19 novembro 2018

A trilha internacional de Baila Comigo, faixa a faixa


Lançada pela Som Livre em maio de 1981, esta é uma das minhas trilhas internacionais de novela favoritas. Curioso notar, neste caso, como as canções tornaram-se incrivelmente datadas (o que não considero nenhum demérito). Ao contrário de muitos hits de LPs de novelas antigas — que se tornaram "clássicos" constantemente lembrados — várias das faixas internacionais de Baila Comigo foram sucessos de momento, por conta da novela, e depois caíram no esquecimento. 





01. WITHOUT YOUR LOVE – Roger Daltrey


A canção que abre o lado A foi lançada em 1980 por Roger Daltrey, vocalista da banda britânica The Who. Além de seu trabalho com o grupo, Daltrey obteve grande êxito como artista solo e ator. Composta por Billy Nicholls para o filme McVicar (1980), a faixa foi um dos hits do cantor. O filme é a cinebiografia de John McVicar (vivido por Daltrey), criminoso especialista em roubo a bancos e declarado pela Scotland Yard o inimigo público nº 1 da Inglaterra na década de 1960. 


02. 9 TO 5 – Dolly Parton


Mais uma faixa retirada de um filme. Desta vez foi a canção-título de Como Eliminar o Seu Chefe (9 to 5, 1980), comédia de grande sucesso estrelada por Jane Fonda, Lily Tomlin e Dolly Parton. Além da trilha sonora do filme, a canção, composta por Parton, também foi lançada em seu álbum 9 to 5 and Odd Jobs, no final de 1980. A faixa ainda rendeu à cantora indicações ao Oscar de Melhor Canção Original e ao Grammy. Ao longo dos anos, 9 to 5 ganhou várias versões cover. Aqui no Brasil, a cantora Lilian gravou uma versão em português, Das 9 às 5, lançada em 1981.


03. LIVING INSIDE MYSELF – Gino Vannelli


O cantor e compositor ítalo-canadense Gino Vanelli era figurinha fácil em trilhas de novelas do final dos anos 1970 e começo dos 1980, assim como nas paradas de sucesso. Para a trilha de Baila Comigo, a canção Living Inside Myself foi retirada do álbum Nightwalker (1981), o sétimo do cantor, e obteve bastante sucesso. A faixa foi composta por Gino e produzida por ele e seus dois irmãos, Joe e Ross Vannelli. O compacto lançado no Brasil trazia na capa a menção "Tema da novela Baila Comigo".


04. CRYING – Don McLean


A pungente balada, composta por Roy Orbison e Joe Melson, foi originalmente lançada por Orbison em 1961 e tornou-se um de seus hits. Quase duas décadas depois, outro cantor e compositor americano, Don McLean, a regravou para seu álbum Chain Lightning, lançado no final de 1978 na Europa. Nos EUA, o LP foi lançado com dois anos de atraso. Mas a versão de Crying gravada por McLean fez tanto sucesso que tornou-se um de seus maiores hits. Em abril de 1980, atingiu o primeiro lugar das paradas britânicas e ganhou o mundo. Para quem não está ligando o nome à pessoa, McLean ficou conhecido ao compor e gravar American Pie, em 1972 (regravada por Madonna em 2000).


05. EXPLOSION – I. C. Bell


Sem dúvida uma das faixas mais obscuras desta trilha, apesar de ter sido bastante executada na época. Soando deliciosamente datada até mesmo para 1981, a faixa foi lançada em 1980 pelo selo italiano Mr. Disc Organization, de disco music. No Brasil, Explosion ganhou uma sobrevida graças à sua inclusão em Baila Comigo. Tanto que a improvável canção foi lançada aqui em compacto, em 1981.


06. ANGEL OF MINE – Frank Duval


Faixa do pouco conhecido compositor, produtor e cantor alemão Frank Duval. Seu nome era frequente nas paradas de sucesso de seu país. Apesar de ter produzido muitas trilhas para séries e telefilmes, Duval permanece um artista obscuro no restante do mundo. Mas o compacto Angel of Mine ficou em primeiro lugar na Alemanha, em 1981.


07. AS TIME GOES BY – George Reagan Orchestra


Canção internacionalmente famosa desde a década de 1940, depois de ter sido cantada pelo personagem Sam (Dooley Wilson), ao piano, no clássico Casablanca (1942), estrelado por Humphrey Bogart e Ingrid Bergman. A música havia sido composta em 1931 pelo americano Herman Hupfeld e teve inúmeras regravações. Em Baila Comigo, embalou as reminiscências românticas dos personagens Silvia (Fernanda Montenegro) e Quim (Raul Cortez).


08. REALITY – Richard Sanderson


A faixa que abria o lado B de Baila Comigo internacional é, certamente, uma das mais marcantes. Música-tema do filme La Boum - No Tempo dos Namorados (1980), fez enorme sucesso na época e rendeu visibilidade ao então iniciante Richard Sanderson. A faixa virou hit, alcançou o primeiro lugar em 15 países e vendeu oito milhões de cópias no mundo. Aqui no Brasil, é muito associada à Baila Comigo. No entanto, a versão incluída na trilha da novela é a editada, com 3 minutos e 58 segundos. (A original tem 4 minutos e 46 segundos).


09. SANTA MARIA – Newton Family


Um irresistível hit que marcou época. Ainda que fora do prazo de validade (em 1981 a moda das discotecas, apesar de recente, já era considerada coisa do passado), Santa Maria ganhou uma sobrevida no Brasil. A Neoton Família — conhecida em alguns países como Newton Family — foi uma das bandas pop mais famosas da Hungria. Apesar de obscuro e quase esquecido hoje em dia, o grupo correu o mundo fazendo turnês, vendeu 6 milhões de discos em seu país de origem e um milhão e meio em outros países. Em 1979, lançaram o álbum Napraforgó, que consolidou seu sucesso e ganhou uma versão em inglês: Sunflower. A faixa Santa Maria, tirada desse LP, virou hit não só na Hungria mas também no Japão, na Dinamarca, nas Filipinas, na Argentina, na Espanha e aqui no Brasil (territórios onde a disco music ganhou uma breve sobrevida). Dois anos depois de seu lançamento, foi incluída na trilha de Baila Comigo. Mesmo nos anos seguintes, foi muito tocada no Show de Calouros, apresentado por Silvio Santos, no então recém-inaugurado SBT.


10. TIME – The Alan Parsons Project


Lançada em compacto em 1981, a faixa foi um dos destaques do álbum The Turn of a Friendly Card (1980), do Alan Parsons Project, grupo de rock progressivo inglês fundado por Alan Parsons e Eric Woolfson. Foi a primeira canção do grupo a ter Woolfson como vocalista principal. Grande hit romântico daquele ano, a edição brasileira do compacto trazia na capa a menção "tema da novela Baila Comigo", que ajudou a difundir ainda mais o sucesso da faixa aqui.


11. LET’S HANG ON – Salazar


A faixa, hit do grupo americano The Four Seasons, foi lançada em 1965 e se tornou bastante popular na época. Em 1980, foi regravada pelo Darts, banda britânica que garantiu à canção, com seu cover, uma considerável sobrevida. Tanto que, em 1981, Barry Manilow também a regravou e a trouxe de volta às paradas, de forma mais substancial. A versão que aparece na trilha de Baila Comigo é uma de 1980, do obscuro grupo disco Salazar, banda de estúdio que ainda tentava aproveitar o resquício da disco music que, àquela altura, já agonizava.


12. COME BACK TO ME – Leslie, Kelly & John Ford Coley


O multifacetado John Ford Coley (pianista clássico, guitarrista e ator, mais conhecido por sua parceria no duo England Dan & John Ford Coley), lançou em 1980 um álbum com duas cantoras desconhecidas, as irmãs Leslie e Kelly Bulkin. Intitulado apenas de Leslie, Kelly and John Ford Coley, o LP era um projeto simpático, mas totalmente despretensioso. Quando uma de suas faixas, Come Back to Me, foi incluída na trilha internacional de Baila Comigo, a canção fez enorme sucesso no Brasil, tornando-se um dos grandes hits românticos de 1981 das paradas brasileiras.


13. WHAT’S IN A KISS – Gilbert O’Sullivan


O cantor e compositor irlandês teve vários hits no início dos anos 1970, com canções românticas e melancólicas: Alone Again (Naturally), que o tornou mundialmente conhecido, Clair e Get Down foram alguns desses sucessos. Na segunda metade daquela década, andou meio esquecido, devido a brigas na justiça, por problemas contratuais com sua gravadora. Ao voltar à ativa, em 1980, lançou o compacto What's in a Kiss? e, em seguida, o álbum Off Centre (que incluía a faixa). Mas já havia se tornado um "cantor do passado".


14. LOSING SLEEP OVER YOU – Patrick Hernandez


O francês Patrick Hernandez ficou muito conhecido no fim da década de 1970 graças ao hit Born to be Alive, que explodiu primeiro na Europa e depois no mundo todo, em 1979. Com o súbito sucesso, Hernandez saiu em turnê. Curiosamente, em sua viagem pelos Estados Unidos, uma das dançarinas que o acompanharam foi Madonna, bem jovem, ainda muito antes da fama. Em viagem promocional pelo Brasil, Hernandez apareceu em programas de TV, inclusive nos Trapalhões, no qual cantou Born to be Alive e Disco Queen. Também chegou a gravar um compacto com Jorge Ben em 1980, Someone's Stepping On My Mushrooms. Hernandez fez muito sucesso com suas músicas dançantes até desaparecer, no comecinho da década de 1980. Aqui no Brasil, seu último hit foi Losing Sleep Over You, graças à sua inclusão em Baila Comigo. A faixa foi extraída do praticamente desconhecido álbum Crazy Day's Mystery Night's (1981). Apareceu também na coletânea América - A Frequência do Sucesso Vol. 5 (1981), porém escrita com uma ligeira diferença: I'm Losing Sleep Over You. No compacto, o I’m também foi mantido, embora no LP da novela e no álbum do cantor o título da faixa seja Losing Sleep Over You.

3 comentários:

  1. Fiz uma viagem de volta no tempo, peguei faixa por faixa e as escutei no Youtube, vou procurar outras relações dessas que você já fez de outras novelas e fazer novamente isso, não sei como não tive essa ideia antes.... Valeu!!! Obrigado!!!

    ResponderExcluir
  2. GOSTARIA DE SABER O NOME DAS MUSICAS INSTRUMENTAIS QUE TOCAM NO DECORRER DA NOVELA. AS QUE NÃO ENTRARAM NO LP. FORA A MUSICA DE ABERTURA. EX. A QUE TOCA NA PERSONAGEM DE HELENA. OBRIGADA

    ResponderExcluir
  3. Elegie - Jean Pierre Posit (Helena)
    The Visit - Tim Weisberg (Leticia e Otto)
    Magie D amour (Magic of Love) - Jean Pierre Posit(encontro dos gêmeos)

    ResponderExcluir