5 álbuns de 1980 que passaram batidos


Esquisitice é comigo mesmo. Talvez seja mais apropriado usar o termo "raridade". Ou, quem sabe, raridade esquisita. Tenho uma queda por álbuns pouco conhecidos ou que não fizeram sucesso. Às vezes o artista/grupo é famoso, mas lançou um disco que foi pouco divulgado ou fracassou nas paradas. E outras vezes tanto o artista/grupo quanto o álbum são pouco conhecidos, o que os torna ainda mais atraentes para meu gosto pouco usual. Também tenho pra mim que determinados anos  – como o de 1980, por exemplo  foram especiais e inigualáveis no que diz respeito a música. Por isso proponho um cruzeiro por mares quase nunca dantes navegados. Eis uma listinha básica com 5 discos pouco conhecidos de 1980. Ou seja, são 5 "cruzeiros" distintos. Alguns desses discos nem foram lançados no Brasil, outros ainda podem ser encontrados em sebos e lojas de vinil. Ou, para os mais exigentes, em importadoras de CDs. (Os moderninhos procuram direto na internet e baixam). Se alguém quiser se aventurar pelo passado, ele está bem presente aqui:



Larsen-Feiten Band  Larsen-Feiten Band
Lançamento: 1980
Faixas: Who'll Be the Fool Tonight/ Danger Zone/ Further Notice/ Over/ She's Not in Love/ Morning Star/ Make It/ Aztec Legend

Para quem gosta de pop, soul, fusion, jazz, blues e funk tocados com grande habilidade, este álbum é um prato cheio. Esse tipo de música costuma ser classificada como West Coast soft pop rock (um rockzinho suave, melódico, mais na linha do pop). Muita música desse gênero é considerada sem sal, comercial e descartável. Mas existem exceções e esta é uma delas. Se você não dá bola para rótulos, vai ter a chance de curtir um álbum delicioso do início ao fim, que passou batido. E com dois músicos do calibre de Neil Larsen e Howard "Buzz" Feiten juntos, a experiência vale muito a pena. Feiten, talentoso e subestimado guitarrista americano, turbinou inúmeros projetos dos quais participou. Para se ter uma ideia, já gravou/tocou com artistas como Bob Dylan, Aretha Franklin, Etta James, James Taylor, Stevie Wonder, só para citar alguns bem conhecidos. A música mais conhecida  ou menos desconhecida  deste álbum é Who'll Be The Fool Tonight, que fez parte da trilha sonora internacional da novela Um Homem Muito Especial (1980), da Rede Bandeirantes. 



The Wanderer – Donna Summer 
Lançamento: outubro de 1980
Faixas: The Wanderer/ Looking Up/ Breakdown/ Grand Illusion/ Running for Cover/ Cold Love/ Who Do You Think You're Foolin'/ Nightlife/ Stop Me/ I Believe in Jesus

Quem não conhece Donna Summer, a "rainha das discotecas"? Entre 1976 e 1979 não teve pra ninguém, ela reinou absoluta nas pistas de dança do mundo todo. Estrela da Casablanca Records nos anos 70, Summer achava que estava sendo explorada pela gravadora e também sendo induzida a passar uma imagem sensual e sexual, coisa que a deixava bastante incomodada. Entre 1979 e 1980, após um período de problemas pessoais, discordâncias profissionais e uma rotina estressante, a cantora passou por uma depressão, se desligou da Casablanca e processou a gravadora, pela qual também havia sido roubada. Assim, em 1980 foi a primeira artista a assinar com o recém criado selo Geffen Records. Gravou The Wanderer, seu oitavo álbum de estúdio, que teve uma pegada mais pop/rock e new wave (nessa época a disco music começava a ser execrada nos EUA). A única canção desse LP que fez algum sucesso foi a faixa-título. Mas quem parar para ouvir o álbum todo atentamente vai perceber que 80% das faixas são ótimas e muito bem produzidas. Quem só conhece a Donna Summer das discotecas precisa ouvir esse disco.



Looking For a Good Time – Tomas Ledin
Lançamento: 1980
Faixas: Looking For a Good Time/ A Little Love/ Open Up/ Something's Missing/ Right Now/ Not Bad At All/ The Sun's Shining In The Middle Of The Night/ Just Another Fool/ We Are The Rock 'n' Roll Brothers/ What Are You Waiting For

O cantor, compositor, guitarrista e produtor sueco Tomas Ledin não é nem um pouco conhecido no Brasil, mas em seu país natal tornou-se popular desde cedo, quando acompanhou o ABBA em turnês mundo afora. Fazendo backing vocal para o grupo, Tomas recebeu o convite para gravar um álbum pela gravadora do ABBA, a Polar Music. Daí nasceu Looking For A Good Time. Ele venceu em 1980 o Melodifestivalen, famoso concurso de música da Suécia, e representou seu país no Eurovision Song Contest daquele ano com Just nu!. A canção fez grande sucesso na Escadinávia e Tomas gravou uma versão em inglês, Right Now, que também foi sucesso na Grécia e em Portugal. No entanto, o LP não chegou a decolar. Mesmo assim, o álbum é bom demais e tem um clima muito gostoso, recheado do pop/rock dançante típico da época e algumas baladas.



Real People – Chic
Lançamento: junho de 1980
Faixas: Open Up/ Real People/ I Loved You More/ I Got Protection/ Rebels Are We/ Chip Off the Old Block/ 26/ You Can't Do It Alone

Mesmo quem não curte disco music há de reconhecer o indiscutível talento do guitarrista Nile Rodgers e do baixista Bernard Edwards, a dupla que criou hits até hoje popularíssimos como Everybody Dance, Le Freak, I Want Your Love, Good Times e outros. Juntamente com as vocalistas Norma Jean (depois substituída por Luci Martin) e  Alfa Anderson formaram o Chic em 1977. Paralelamente ao Chic, Rodgers e Edwards produziram álbuns de sucesso para Diana Ross, Debbie Harry, Sister Sledge, David Bowie, Madonna, Duran Duran e outros. Mas por volta de 1980, com o repúdio sofrido pela disco music, o Chic perdeu força como grupo. O disco Real People não fez o estrondoso sucesso dos anteriores, mas apesar disso é um grande álbum. Gerou duas canções de razoável sucesso: Real People e Rebels Are We



Sylvia Mason  Sylvia Mason
Lançamento: 1980
Faixas: We've Gotta Dance / Shadow In The Sun / Hello Superduper Star / Somebody Loves You / You're Like A Silent Movie / Closer To Heaven / Afraid Of Love 

A britância Sylvia Mason-James começou sua carreira em 1977, como vocalista do grupo Voyage, responsável por vários clássicos da era disco. Emplacaram dois álbuns de muito sucesso, Voyage (1978) e Fly Away (1979). Em 1980 Sylvia resolveu trilhar carreira solo e lançou o álbum Sylvia Mason. Mas fora do Voyage, sua carreira não deslanchou. Depois disso ela se voltou para a função de backing vocal e trabalhou com diversos artistas, entre eles Robbie Williams, Cher, Swing Out Sister, Sheena Easton, Pet Shop Boys e Simple Minds. O único álbum de Sylvia, no entanto, tem várias faixas boas. A mais conhecida é Shadow in The Sun, que fez parte da trilha sonora internacional da novela Plumas e Paetês (1980), da Rede Globo. You're Like a Slient Movie também está entre as melhores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário