O 'boogie' do milênio


Falta pouco. Em agosto, estreia na Globo a nova novela das seis, Boogie Oogie. Rui Vilhena, o autor moçambicano que também estreia na emissora, se mostra empolgado: “Queria fazer algo diferente. Os anos 1970 foram muito ricos, a influência continua até hoje na música, na moda. Percebi que, até então, não tinha havia uma novela que se passasse nessa época. Dancin’ Days foi gravada nos anos 1970, não era novela de época. E a minha intenção é que quando a pessoa sente para ver Boogie Oogie ela pense: ‘ok, a festa vai começar!’. A novela vai ser uma festa”, declarou  ao jornal Extra.


A própria logomarca da novela imita a do filme Boogie Nights (1997), do diretor Paul Thomas Anderson. O filme, por sua vez, tem o mesmo nome da música lançada pelo grupo Heatwave em 1977. Já a novela tem o nome do sucesso de 1978 da dupla A Taste of Honey.


Em 1979, capitalizando a febre das roller discos (discotecas onde se patinava e dançava sobre quatro rodas), Linda Blair estrelou Roller Boogie e deu mil piruetas. 


No mesmo ano, Gregg Diamond reinou nas pistas de dança  com seu grupo Bionic Boogie e o álbum Hot Butterfly - Bionic Boogie.


De fato, nos anos 70, tudo era 'boogie'. Na verdade, o boogie-woogie é um estilo de blues, caracterizado pelo uso sincopado da mão esquerda ao piano. Foi muito popular entre os negros norte-americanos nos anos 30 e anos 40, como explicou o blog Blues Everyday.


Enquanto o blues tradicional fala sobre tristezas e amarguras, o boogie woogie é muito mais alegre e dançante. Dentre as várias lendas que cercam o blues, diz-se que o boogie origina-se na tentativa do guitarrista em imitar a cadência de um trem em movimento. 

Em meados dos anos 70, o sentido do termo voltou às origens, durante a era disco, passando a significar "dançar no estilo discothèque". Tanto que uma profusão de canções com boogie no título foram lançadas. Algumas tonaram-se hits inconfundíveis da época, outras nem tanto. De qualquer forma, o boogie reinou naquela década. Uma das vertentes da própria disco music também chegou a ser apelidada de "boogie biônico".

Confira alguns boogie hits dos anos 70:



Boogie Woogie Bugle Boy - 1973 - Bette Midler



Rockin' Pneumonia-Boogie Woogie Flu - 1973 - Johnny Rivers



Jungle Boogie - 1974 - Kool & The Gang



Boogie On Reggae Woman - 1975 - Stevie Wonder



Get Up And Boogie - 1975 - Silver Convention



I Love To Boogie - 1976 - T-Rex



Boogie Fever - 1976 - The Sylvers



Boogie Nights - 1977 - Heatwave



I'm Your Boogie Man - 1977 - KC & the Sunshine Band



Boogie Shoes - 1977 - KC & The Sunshine Band



Boogie Child - 1977 - Bee Gees



Yes Sir, I Can Boogie - 1977 - Baccara 



Blame It On The Boogie - 1978 



Boogie Oogie Oogie - 1978 - A Taste of Honey



Boogie Woogie Dancin' Shoes - 1979 - Claudja Barry



Boogie Wonderland - 1979 - Earth, Wind & Fire (with the Emotions)

Um comentário:

  1. Amo todas as canções citadas... Boooooogiiie! Abraços, CaVM.

    ResponderExcluir