Sexta básica de (in)utilidades

Receita da fondue (Tal como foi obtida dos documentos de M. Trolpet, oficial de justiça de Mondon, no cantão de Berna). – Estabeleça o número de ovos a usar a partir do número presumível de convivas. Tomará a seguir um pedaço de bom queijo de Gruyère pesando um terço do peso dos ovos e um pedaço de manteiga pesando um sexto desse peso. Quebrará e baterá bem os ovos numa panela, para depois por nela também a manteiga e o queijo ralado ou cortado em pedacinhos. Ponha a panela sobre um aquecedor bem quente e mexa com uma espátula, até que a mistura fique convenientemente espessa e mole. Ponha ou não um pouco de sal, dependendo se o queijo é mais ou menos velho, e uma boa porção de pimenta-do-reino, que é um dos caracteres positivos deste prato antigo. Sirva sobre uma travessa ligeiramente aquecida, faça servir o melhor vinho que será muito bem bebido e tudo será uma maravilha.

A Fisiologia do Gosto, de Brillat Savarin.
Edição baseada em exemplar publicado em 1848.
Ed. Salamandra, 1989.




Nenhum comentário:

Postar um comentário